A história do Kimono

Crazy and Kawaii Desu,cute, dress, fabric, Folclore Japonês, hair, Inuyasha, Kawaii Desu, Kawaii outfits, Kimono, Moda Kawaii,

Yo Mina-San

Resolvi escrever sobre um assunto muito interessante, que muitos vão dizer que já sabem! Mas será que sabem mesmo? Será que realmente sabem tudo sobre as vestimentas mais tradicionais do Japão, que muitas vezes usamos de maneiras falsificadas sem conhecer toda a cultura ou toda a real beleza da tradição dos Kimonos.

Dizem que a moda de um povo conta sobre sua história (ou seria a comida!?) o Japão se encaixa perfeitamente nisso, do período Yamato ao final do Nara a moda japonesa se assemelhava muito com a chinesa, coreana e tibetana, já que durante esses períodos mantinha relações comerciais fortes entre esses países, mas ai que esta o grande diferencial da cultura japonesa, ela nunca absorve algo por inteiro, ela sempre adapta os costumes que recebe de outros povos e a transforma em algo único e novo, transforma em algo Japonês.
No Inicio do período Heian o japão mudou a maneira das roupas e dos penteados, essas mudanças aconteceram devido a mudança de localização da capital e o inicio da ascensão samurai, como o comercio não era prioridade nesse período ouve um empobrecimento em massa, somente nobres tinham riqueza (parece com algum país que vocês conhecem?) e a beleza se tornou sinônimo de bom.
Se você parar para lembrar de algum anime sobre samurais ou Japão feudal vai se lembrar de ter visto alguma personagem de longos cabelos negros, lisos e soltos (Não tô falando da Samara!!! Ai ai ai), Vestindo um elegante Kimono, ou o que você pensou que fosse um kimono, que na verdade era um  junihitoe, um dos modelos de kimono mais complicados e elegantes que o Japão já viu formado de uma sobre-veste e de 12 mantos com mangas e barras de tamanhos diferentes assim como cores e bordados, o objetivo desse traje era realmente ostentar.
Nos períodos seguintes o Japão passou por diversas mudanças na sua estrutura social e de governo, a moda ia evoluindo a pequenos passos, um desses passos foi a criação da Geta, um sapato ou sandália se preferir feita de madeira e com salto, esse calçado foi criado apenas porque como o budismo condenava a morte de animais sem necessidade e os japoneses estavam usando botas de couro vindas da China; Foi preciso mudar os calçados, artesões criaram o calçado que foi bem aceito por elevar a estatura, manter a pessoa em uma posição elegante e impedir que os kimonos arrastassem no chão. Se tornou o calçado ideal por muito tempo.
É por ultimo o período que deixou o kimono como conhecemos hoje; O período Edo, nesse período o Japão teve um tempo de fechamento para o mundo, depois é claro de ter tido contato com portugueses e espanhóis que criou algumas coisas novas no Japão, mas sobre isso falaremos depois. Em fim foi nesse período que a industria dos Kimonos adquiriu novas técnicas que deixaram ainda mais belas suas peças.

Espere Talyta! Você não disse que usávamos errado os kimonos? Onde esta isso?

Bom meus Kawaiis eu digo que é errado, pois para inicio de conversa um roupão de cetim de 20 reais não é! Nunca foi!  Nem tão pouco será um kimono.
Não se trata de valor e sim da qualidade; Kimonos de verdade são feitos de seda, salvo o caso da Yukata que podem ser feitas de algodão, o tecido é tingido, pintado, bordado, alinhavado, muitas vezes se coloca folhas de outro em detalhes alem de fios de ouro, para então poderem começar a ser costurados, aqui em baixo tem um vídeo que mostra como é feita a preparação da seda para os kimonos, alem de interessante é lindo *o* pura arte.

               

Para se usar um kimono existe uma serie de itens que você precisa ter como a roupa interna do kimono no caso o Hada-juban e o Susoyoke, aquela roupa branca que você já deve ter visto algum personagem de anime usando para tomar banho, tipo a Kikyo do Inuyasha, isso porque os kimonos de seda não podem ser lavados já que são feito a mão, dai o motivo da roupa externa para que você tome banho com ela ou para mante-la limpa assim o kimono também ficara cheiroso.
Tem ainda uma serie de outros acessórios como;

Kanzashi - nome que designa uma série de ornamentos para o cabelo usados com kimono. Podem ter a forma de espetos com terminais esféricos ou diversos formatos decorativos, flores ou de pentes. São feitos em madeira laqueada, tecido, jade, casco de tartaruga, prata, etc.
Obi - faixa usada amarrada à cintura para manter o kimono fechado. Varia em largura e comprimento. Homens em geral usam obis de trama larga e firme, em cores discretas, estreitos, amarrando com um nó às costas circundando a linha abaixo da barriga. Mulheres em geral usam obis em brocado largos, com desenhos feitos no tear, ao redor do tronco e amarrados às costas. Cores e desenhos variam: os mais brilhantes e intrincados são usados em ocasiões formais.
Obijime - cordão decorativo em fio de seda usado para dar acabamento e firmeza à amarra do obi. Usado por mulheres.
Tabi - meia de algodão na altura dos tornozelos ou metade das canelas, com divisão para o dedão do pé, com abertura voltada para o lado entre as pernas.
Sem contar o trabalhão que da vestir um kimono, já que existem regras como não colocar a parte direita por cima, já que é assim que se vestem os mortos, fora varias regrinhas que existem, normalmente precisa de duas pessoas para vestir o kimono em uma, já que fazer isso só pode acabar gerando algum erro ou uma perda de tempo enorme, ao menos que a pessoa seja muito habilidosa.

Atualmente o kimono é usado mais como roupa cerimonial do que como  roupa casual, já que assim como o mundo o Japão se modernizou, mas não largou a sua cultura, ainda se usa o kimono só que como um simbolismo em ocasiões especiais que liga os que o vestem aos seus antepassados.
Em breve voltarei com mais coisas a respeito dos kimonos, como; Tipos, acessórios, preços entre outras coisas.  

Se gostou do site e quer ficar sabendo quando sair um novo poste ou de qualquer novidade que estar por vir basta seguir  e assim que um novo conteúdo for publicado você recebera uma notificação.
Caso queira deixar alguma sugestão de tema para poste, vídeo ou sua opinião sobre o que leu basta escrever na caixa de comentários que está aqui em baixo do poste.
Até a próxima Mina-San (o^ 3 ^o)

Talyta Leite Ferreira

Instagram

Blog de cultura pop oriental,universo Kawaii, dicas de moda, beleza, reviews, jogos, apps, curiosidades sobre a cultura oriental e muito mais!